Não possui cadastro? cadastre-se

CUB paulista sobe 0,44% em janeiro

Encargos sociais e ajuste nos transportes impulsionam alta no custo com mão de obra.

04/02/2016

 

São Paulo, 2 de fevereiro de 2016 - O Custo Unitário Básico (CUB) da construção civil do estado de São Paulo nas obras incluídas na desoneração registrou alta de 0,44% em janeiro, de acordo com o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP). No período, o CUB representativo da construção paulista (RN-8) ficou em R$ 1.145,12 por metro quadrado. Em 12 meses foi apurada alta de 4,88%.

 

Dentro da composição do indicador, os custos médios com materiais de construção subiram 0,26% em janeiro, enquanto os com mão de obra aumentaram 0,59% e os administrativos indicaram estabilidade.

 

"Os custos da construção continuaram evoluindo abaixo da inflação em janeiro. No caso da mão de obra, a alta deveu-se, nos encargos sociais, ao aumento do custo com os transportes urbanos, ocorrido em São Paulo e outros municípios paulistas", avalia o vice-presidente de Economia do SindusCon-SP, Eduardo Zaidan.


Sem desoneração
Nas obras não incluídas na desoneração da folha de pagamentos o CUB também apresentou acréscimo de 0,40% em janeiro, totalizando R$ 1.232,14 por metro quadrado. 

 

Na mesma base de comparação, foi registrada alta de 0,26% nos materiais de construção, acréscimo de 0,52% nos custos com mão de obra e estabilidade nos administrativos. Em 12 meses, o indicador apresentou alta de 5,01%.


Custos dos insumos
Em janeiro, apenas um dos 27 insumos da construção pesquisados pelo SindusCon-SP registrou elevação superior do IGP-M, que no período subiu 1,14%. A fechadura, tráfego moderado acabamento em cromo, apresentou alta de 1,67% no período. 

 

Entre os materiais que tiveram os maiores reajustes no mês, destacaram-se:

 

Fechadura, tráfego moderado acab. cromo

1,67%

Areia média lavada

0,61%

Bloco de concreto 19x19x39cm

0,50%

Disjuntor tripolar 70 A

0,50%

Cimento CPE-32 saco 50kg

0,47%

Brita 2

0,46%

 

Custo Unitário Básico (CUB)Calculado pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP) e pela FGV (Fundação Getulio Vargas), o Custo Unitário Básico (CUB)  é o índice oficial que reflete a variação dos custos mensais das construtoras para a utilização nos reajustes dos contratos de obras. 

 

Sobre o SindusCon-SPO Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP) é a maior associação de empresas do setor na América Latina. Congrega e representa 650 construtoras associadas e 15 mil filiadas em todo o estado. A construção paulista representa 34% da construção brasileira, que por sua vez equivale a 5,5% do Produto Interno Bruto do Brasil. 
Assessoria de imprensa SindusCon-SP:

Aline Horvathahorvath@sindusconsp.com.br Tel.: (11) 3334-5688
Fabiana Holtz: fholtz@sindusconsp.com.br Tel.: (11) 3334-5701
Enzo Bertolini: ebertolini@sindusconsp.com.br Tel.: (11) 3334-5659


 

Fonte: SindusCon-SP

Patrocinadores
Daikin Promaflex ConstruOffice Sistema Navis

Saiba mais
Manuais de Escopo
 
® Secovi 2017 - Todos os direitos reservados Site desenvolvido por Sistema Navis